1| A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z

A

  Significado
A1 Segundo grau da escala de dificuldade da escalada artificial. Inicia-se em A0 (baixa dificuldade) e termina actualmente, em A6 (máxima dificuldade). 
6a Primeiro grau em numeração árabe, da escala de dificuldade da escalada livre em rocha e em estrutura artificial; lê-se (seis à). Esta graduação inicia-se em numeração romana de I até V+ (adaptado da escala de Welzenbach/UIAA). Posteriormente a V+ passa à numeração árabe que possui ainda uma subdivisão, 6a, 6a+, 6b, 6b+, 6c, 6c+, 7a... até 9a+. Até ao momento 9a+' é o grau máximo de dificuldade confirmado, alcançado em escalada livre.
"à abrir" Expressão utilizada pelos escaladores da região norte de Portugal, para designar a escalada "à frente", ou seja, a realizada pelo primeiro de cordada.
Abalakov Tipo de reunião realizada pelo alpinista aproveitando a consistência natural do gelo. A sua disposição é semelhante a uma "ponte de rocha" . Ao contrário da realizada na rocha (processo natural resultado da acção dos agentes erosivos), um Abalakov, necessita ser efectuado pelo alpinista através do fabrico de dois furos (com pítons de gelo) que se devem cruzar no seu interior criando uma "ponte de gelo". O gelo deve possuir uma considerável solidez. Após os duas perfuração se encontrarem, é introduzido uma fita para que se realize a reunião. É de realçar que a sua resistência é geralmente bastante inferior às pontes de rocha.
ABC Inicias em inglês para: Air way - Breathing - Circulation. Em português corresponde respectivamente, à Abertura da via aérea - Ventilação artificial - Circulação, . Este acrónimo estabelece os procedimentos prioritários do primeiro socorro para a manutenção da vida humana. Denomina-se de Suporte Básico de Vida.
Abrir uma via Definir pela primeira vez um itinerário de uma ascensão de uma face de rocha, em neve ou gelo. Este termo é aplicado nas disciplinas da escalada, bem como em vias de alpinismo.
ABS O único(?) modelo de aparelho de segurança que conjuga um bloqueio automático com características dinâmicas. 
Acampar Montar uma tenda para dormir e mantê-la instalada durante um ou mais dias.
Acidente Percalço negativo, repentino, imprevisto, longe da vontade humana e que pode causar danos de gravidade variável às coisas ou pessoas. Os desportos e actividades de montanha ou praticados em montanha, são propícios à ocorrência de mais acidentes do que aqueles praticados em ambientes artificias e controlados.
Aclimatação Capacidade de habituar convenientemente o corpo à altitude.
ACHE Acrónimo em português para: Asfixia - Choque - Hemorragia - Envenenamento. Este estabelece as situações prioritárias em relação a todas as outras, quer na prestação do Primeiro Socorro quer na evacuação para um centro hospitalar, uma vez que estas comprometem rapidamente a vida da(s) vítima(s).
Aconcágua A mais alta montanha do continente Sul Americano. Situada na cordilheira dos Andes, Argentina, 6960m. (Um dos projectos alpinísticos nos sete continentes).
Action Direct A primeira via de escalada em rocha realizada em livre de grau de dificuldade 9a. Foi encadeada pela primeira vez pelo mítico mas já falecido escalador alemão, Wolfgng Gullich, em 1991 na Alemanha.
ADA Associação Desportos de Aventura, DESNIVEL. Sedeado no concelho de Cascais, é um grupo actualmente muito activo na organização de eventos e formação relacionados com as actividades de Montanha escalada, e multi-actividades. Esta associação possui uma página própria na internet, www.adesnivel.pt
Aderência Capacidade de se poder realizar um movimento, aproveitando apenas as rugosidades e textura da rocha. Técnica particularmente utilizada com os pés em placas de granito.
Adrenalina Hormona natural segregada pelas cápsulas supra-renais, em resposta aos sinais emitidos pela parte simpática do sistema nervoso autónomo. Este fenómeno fisiológico ocorre em situações de stress, exercício físico ou situações emotivas, como por exemplo o medo. A escalada é uma modalidade em que a produção de adrenalina se manifesta intensamente entre a grande maioria dos escaladores, particularmente em situações de medo pelo receio de queda eminente.
à frente (escalar) Escalada em que se progride sempre com o controlo da corda de segurança desde baixo. O escalador coloca ao longo da via até ao seu final, a corda nos pontos intermédios de segurança já existentes na rocha ou que ele próprio instala. Este procedimento visa garantir que este não atinge o solo caso sofra uma queda, sendo este detido pela corda no último ponto de protecção colocado.
Albedo Fracção da radiação reflectida por um corpo em relação à radiação que nele incide, o qual se exprime através de uma percentagem. O albedo aumenta numa relação directa com a inclinação dos raios, Ex: Neve 50% a 90%, Rocha e solos secos 10% a 20%, Florestas 5% a 20%, Areia 20% a 40%. Usar óculos adequados em zonas de neve e gelo torna-se imprescindível para evitar lesões momentâneas de curta ou larga duração.
Albergue Instalação para acolhimento de montanheiros ou outros veraneantes. Situam-se a altitudes muito mais baixas que os refúgios e as suas comodidades são normalmente bastante superiores às dos refúgios.
Aliens Actualmente são o modelo de micro friends mais versáteis e eficientes. Muito apreciados pelos escaladores de escalada artificial. Muito difíceis ou impossíveis de encontrar em lojas da especialidade em Portugal.
Alimentação Liofilizada Tipo de refeição de baixo peso, volume e rapidez de "confecção". Estas características são o resultado de um processo moderno de conservação de alimentos e de outras substâncias, por meio de congelação rápida a baixa temperatura - uns 80º negativos - seguida de evaporação lenta no vácuo. É de uma inegável eficiência quando se pretende reduzir o peso na mochila. Muito utilizado por alpinistas, particularmente em ascensões em solitário e estilo alpino.
Ambiente, via com Considera-se uma via ou passagem com "ambiente", toda aquela que decorre sobre um vazio impressionante, causando algum desconforto Vs fascínio ao escalador/a que a realiza.
Alma Estrutura interna de uma corda dinâmica estática ou semi-estática. O nível de resistência e dinamismo da corda está nas características da sua alma.
Amigos da Montanha Secção da Associação de Montanhismo de Barcelinhos.
Andinismo Realizar montanhismo ou "alpinismo" na cordilheira dos Andes, Cordilheira na América do Sul.
Anemómetro Aparelho que mede a velocidade do vento.
Alpenstock Percursor dos actuais Piolets. Este era constituído por um longo pau de madeira e por uma "picareta" na sua extremidade superior. Muito utilizado pelos primeiros guias de montanha. Actualmente é considerado uma peça de museu.
Alpes Cordilheira centro europeia, com 1200 m de comprimento. O seu ponto mais alto é o Monte Branco, 4807m, conquistado a 8 de Agosto de 1786, pelos franceses Michel Pacard e Jacques Balmat. Os Alpes são considerados o berço do Alpinismo.
Alpinismo Actividade que consiste em realizar ascensões de montanhas de altitude elevada, acima dos 2.500m, sobre terrenos mistos de neve gelo e rocha. Historicamente a palavra Alpinismo era utilizado para definir a actividade realizada na cordilheira centro Europeia conhecida por Alpes. Este termo é no entanto actualmente utilizado como genérico, para definir qualquer ascensão em qualquer zona montanhosa do globo. Prática com um risco elevado, que exige consideráveis conhecimentos, técnicos, físicos, psicológicos, de material e equipamento, e do conhecimento das características destas regiões.
Alta Montanha Montanhas acima dos 2500m de altitude.
Altímetro Pequeno aparelho digital ou analógico, que permite estabelecer a altitude em que o alpinista se encontra. É um elemento indispensável para uma orientação precisa, mas requer a consideração de outros factores climáticos para que a sua informação seja fidedigna. De extrema utilidade em alpinismo.
Altitude Distância medida na vertical entre o nível do mar e um determinado ponto terrestre. O ponto mais alto de Portugal possui 2345 m altitude na ilha do Pico Açores. Em Portugal continental o ponto a maior altitude é o "cume" da Serra da Estrela a 1991m.
Altura Distância que existe de um determinado ponto em relação ao solo. Exemplo: A via Solar, no Penedo da Amizade em Sintra tem aproximadamente 30m de altura.
Alumi-heads Este tipo de protecção para rocha com cabeças deformáveis, deriva dos Coperheads. No entanto, são mais maleáveis que estes, devendo ser assim utilizados tamanhos maiores em alumínio e os menores em cobre.
Andes (América do Sul) A mais extensa cordilheira do mundo, 7200km de comprimento. O cume do Aconcágua é o seu ponto mais elevado 6960m.
Antiboot Peça de plástico colocada na base dos crampons, que impede a acumulação de gelo nesta zona. A sua não utilização pode levar a graves quedas, em resultado de a bota ter "patinado" sobre o gelo ou neve.
Anticiclone Região da atmosfera em que a pressão é elevada em relação às regiões à volta, ao mesmo nível. Nos anticiclones no hemisfério norte, o vento sopra no sentido dos movimentos dos ponteiros do relógio, no hemisfério sul ocorre o inverso. O anticiclone é normalmente associado a bom tempo.
Aqua Pack Recipiente de água em "forma" de saco. São muito eficientes devido a sua leveza, capacidade de se adaptarem aos conteúdos da mochila, de reduzirem a sua dimensão depois de vazios e possuírem consequentemente um boa capacidade de compressão.
Aquecimento, realizar o Preparação do corpo e mente para o inicio de uma actividade física mais intensa. A realização de um aquecimento evita o aparecimento de lesões, bem como melhora consideravelmente o rendimento desportivo. Uma corrida suave, movimentos articulares e estiramentos, são acções necessárias para um correcto aquecimento. A escalada desportiva é uma das modalidades em que esta fase é de especial importância, especialmente para os membros superiores.
Aramida Fibra estática de alta resistência.
Arenito Rocha dentrítica consolidada, que tem como equivalente móvel a areia. É constituída de grãos essencialmente de quartzo unidos entre si por um cimento de origem variada - calcária, siliciosa, ferruginosa.
Aresta Linha de relevo que divide uma montanha em duas faces, vertentes.
Arnês de cintura Tipo de calção constituído por um conjunto de fitas unidas mecanicamente entre si, com baixa ou pequena densidade de conforto, destinado a permitir a união adequada do escalador ao extremo da corda de segurança ou a outro material. Visa repartir correctamente a força de choque que o corpo sofre, no final de uma queda (força residual). Muito utilizado na maioria das disciplinas da escalada particularmente na escalada desportiva. Segundo alguns estudos pode ter alguns inconvenientes.
Arnês integral Conjunto de fitas unidas mecanicamente entre si, destinadas a envolver o tronco e cintura do escalador, por forma a que a corda de segurança seja unida correctamente ao corpo e dissipe adequadamente a força choque no momento final de uma queda. Indicado para vias de Alpinismo, ou grandes vias em que é necessário transportar uma mochila às costas. Será igualmente indispensável o seu uso na travessia de glaciares.
Arnês de peito Conjunto de fitas simples que envolvem o tronco. Apenas deve ser utilizado em conjunto com o arnês de cintura, para que seja possível efectuar um arnês integral misto. Já mais deve ser utilizado sozinho.
Arriba Costa alta e escarpada, vertente abrupta sobre o mar.
ARVA Aparelho de Busca de Vítimas de Avalanche, do francês (Appareil de Recherche de Victimes de Avalanche).
Ascensão Acção e efeito de ascender a um ponto elevado. Em alpinismo estará mais correcto utilizar o termo ascensão, e nas disciplinas da escalada utilizar o termo, escalada.
Ascensor Pequeno aparelho mecânico constituído por um punho, que permite subir por uma corda fixa. Desliza no sentido ascendente, bloqueia no sentido descendente. Considera-se igualmente um bloqueador.
Assegurador Indivíduo que no solo ou acima deste, garante a segurança do escalador ou alpinista através do controlo da sua corda de segurança.
ATC Controlador de Tráfego Aéreo, do inglês, Air Trafic Controoler. Um dos aparelhos de segurança não automático mais indicado para efectuar a segurança na escalada. Também é conhecido como "tubo" e em espanhol como "cesta".
Aurora Fenómeno que consiste em mudanças de luz no seu nocturno. Ocorrem com relativa frequência nas proximidades dos pólos magnéticos onde as velozes partículas magnéticas emitidas pelo sol, ficam "presas" pelo campo magnético da terra.
Austral Relativo ao hemisfério Sul.
Auto-detenção Técnica pessoal de detenção, aplicada quando o corpo escorrega descontroladamente sobre uma pendente de neve. O alpinista deve utilizar o piolet para a travagem sobre a neve, ou ambas as mãos e pés, quando não possui piolet. É uma técnica que exige uma aprendizagem e prática, para que seja realmente segura. Técnica imprescindível para alpinistas.
Autorização Documento muitas vezes exigido por determinados governos, para que seja possível legalmente, subir a uma determinada montanha. Este e outros documentos são muito solicitados em cordilheiras de países não Europeus, como seja nos Himalaias e Andes.
Avalancha Queda de uma grande massa de neve. Existem vários tipos de avalancha, sendo igualmente um dos grandes perigos objectivos para os Alpinistas. Apesar de ser impossível impedir que estas ocorram, é possível "prever" no entanto em que pendentes estas possam ocorrer e assim aplicar todas as medidas de prevenção e segurança necessárias.
Azimute Ângulo formado entre a nossa direcção de marcha e o norte geográfico.

 

Página actualizada em
02-10-2003 17:13:23